Arquivo para agosto de 2013

Do viaduto Oscar Brito até o belvedere na dutra um trecho abandonado, em termos de obras e manutenção pelo Governo Federal, da antiga Rio são Paulo é um exemplo de engarrafamento permanente. Ele atravessa Nova Iguaçu com a Zona do Guandu, seropédica, com a região da Universidade Rural, toca Itaguai.

É o exemplo do caos urbano do Grande Rio, região metropolitana sem qualquer planejamento unificado. Atestado de falência de políticas públicas da esfera federal, do congresso, do estado e de vários municípios. Nenhuma propaganda permite ignorar esta enorme fracasso, esta ferida aberta na Baixada Fluminense, onde o trânsito está em estado de engarrafamento continuo. É um estado mortal para a população. E um halo de demagogia sopra sobre  a política das futuras eleições.

mas o povo, a população está consciente, porque suporta o pior cada dia.

É o que se pode chamar o grau zero da política pública em todos os níveis.ZERO.

 

Mobilidade urbana: sem metro e transporte rápido a cidade brasileira está parando. A PrOPAGANDA MosTRA Um QUADRO IDIlICo

Na Propaganda vias urbanas do Rio e interminicipais circulam rápido em ônibus com muitos lugares,  diferente dos quadros das vias supersaturadas e engarrafadas dos municípios do grande Rio, do quadro real, dramático.

o governo federal não deve abandonar opçōes pelo melhor, pelo transporte rápido. Ele precisa investir mais no metro, no metro rápido, em trens rápidos.

A MÁ opção por mais carros e mais ônibus já chegou a um completo impasse. É preciso levar metro a duque de Caxias, nilópolis, seropédica, mesquitq, Nova Iguaçu e Campo Grande,