Arquivo para abril de 2012

Vitória de François Hollande no primeiro turno na França com 28,9 ; N. Sarkosy com 26, 7 ; M. Le Pen em terceiro com 18,5; Jean-luc Melenchon com 11,5 em quarto.

Se o Presidente não obteve maioria no primeiro turno ocorreu uma significativa expansão da extrema direita.

Mudança Histórica na política de juros bancários praticados no Brasil : devemos seguir as taxas praticadas internacionalmente diz a Presidenta Dilma Roussef.

É uma virada histórica que nenhum governo conseguiu fazer.

Joyce, The man, The work, The reputation por Marvin Magalaner e Richard e Kain

A primeira grande obra de Joyce foi editada no inicio da primeira guerra mundial e a última no inicio da segunda.Este livro foi editado por Grenwood Press; eu o comprei na Livraria Leonardo da Vinci.

Historical Development of Quantum Mechanics -por Jagdish Mehra e Helmut Rechenberg

O Volume 1, parte 1 trata da “Teoria quântica de Planck, Einstein, Bohr e Sommerfeld: seus fundamentos e o aparecimento de suas dificuldades.”
Editado por Springer Verlag em 1982 este primeiro volume o foi nos Estados Unidos. Esta série devia terminar com um volume dedicado a interpretação e a epistemologia da mecânica quântica.
Mehra se formou como físico teórico na Escola de Wener Heisenberg e Wolfgand Pauli.Dedicou-se ao estudo do desenvolvimento histórico e conceituas da física do século XX.
Rocheberg estudou física em Munique e foi o último estudante cujo doutorado foi orientado por Wener Heisenberg.
A mecânica quântica constitui como as teorias geral e especial da relatividade uma revolução científica que modificou de forma radical a forma com que o homem explica e se coloca no universo.
O livro de Mehra e Rochberg é um estudo fundamental, quase definitivo das batalhas no caminho do saber e da verdade científica que levaram a esta teoria. Mehra discutiu durante muitos anos com os arquitetos desta teoria. Trata-se da análise científica do processo de criação de uma teoria que triunfou. Recorrendo aos arquivos para a história da física quântica, aos arquivos Bohr, e a correspondência dos numerosos cientistas que participaram desta aventura intelectual esta é uma obra única pelo seu alcance e rigor.Esta é uma obra simultaneamente científica, histórica e biográfica mergulhando-nos numa grande aventura humana. Ela combina ae interessa as ciências da natureza e as humanidades ao mesmo tempo.
É uma obra que tem também outro mérito. Proteger-nos contra todas as extravagâncias e delírios que proliferam em nome da ciência De Planck, Einstein e Heisenberg.

UNDERSTANDING FINNEGANS WAKE por DANIS ROSE & JOHN O’HANLON

Uma das maiores influências sobre a literatura do século XX.
Frente a Finnegans os autores o consideram um dos livros mais mal compreendidos.
A relação da obra de joyce com os procedimentos do sonho para a invenção verbal Joyceana são referidos pelos autores. Para além do sentido comum de Joy e Freud, isto é a alegria.

A CONCORDANCE tO FINNEGANS WAKE por ClIVE HART

Publicado por Paul P. APPEL, publisher, Mamaroneck, New York, 1974.
Este livro lista todo o vocabulário de Finnegans Wake, principalmente todos os neologismos. Contém uma epígrafe em Latin da Ars Poética de Horácio:lICUIT semperque licebit signatum presente nota producente nomem.

Lacan, L’écriture, l’image

François Cheng faz uma extraordinária conferência na ECF sobre Lacan e o pensamento chinês em que expõe minuciosamente os textos estudados por Lacan com êle.
Jacques Aubert fala do percurso de umJoyce a outro.
François regnault fala de Claudel e wajcman sobre arte e psicanálise no século XX ou XXI?

CTRL + SPACE- RETHORICS OF SURVEILLANCE FROM BENTHAM TO BIG BROTHER- ORGANIZADO POR TOMAS LEVIN, URSULA FROHNE E PETER WEIBEL

Este livro com uma extraordinária seleção de ensaios e ilustrações faz um balanço do quadro da vigilância e propõe soluções estéticas, políticas, filósoficas a este problema de hoje. Editado pelo M. I. T. É UMA SUMA SOBRE O PROBLEMA.Trata-se de arte panótica em um momento da civilização em que o problema da segurança e da liberdade afetam o sujeito contemporâneo. Há ensaios de Geofrey Batchen,Jean Baudrillard, Victor Burgin Duncan Campbell, Beatriz Colomina, Robert Darnton, Gilles Deleuze, Michel Foucault,Paul Virilio, Slavoj Zizek.Há obras de arte de Andy Warhol e Bruce Nauman, Dan Grahan, Rem Koolhaas, Julia Scher, Michael Klier,Thomas Ruffe, Sophie Cale, Diler Scofidio, Pierre Huighe, Peter Weibel e Yoko Ono.
FALEI SOBRE ESTA QUESTÃO EM MINHA ENTREVISTA NO PROGRAMA DO JÔ, QUE FORNECEU IMAGENS TAMBÉM DO MODERNO PANÓTICO, NO DIA 27 DE MARÇO, NA ENTREVISTA SOBRE MEU LIVRO CRÍTICA DA RAZÃO PUNITIVA E O OITAVO DOS DITOS E ESCRITOS CONSAGRADO A SEGURANÇA, PENALIDADE PRISÃO.