Arquivo para janeiro de 2012

Centro Nacional da Música será criado este ano na França anuncia Fréderic Mitterrand ministro da cultura

FRENTE A QUEDA DA PRODUÇÃO MUSICAL NA fRANÇA- EM 2011 FORAM FEITOS 600 NOVAS MÚSDICAS FRENTEA MIL E QUINHENT EM 2002. O FSTADO FRANÇÊS INICIA UMA POLÍTICA NOVA DE INCENTIVO E APOIO A CRIAÇÃO E A DISTRIBUIÇÃO MUSICA, A PROTEÇÃO DO DIREITO AUTORAL. QUASE 100 MILHÕES DE EUROS JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS ESTE ANO.

UM NOVO DISPOSITIVO CULTURAL QUE ATUA NA  ESFERA POLÍTICO-ECONÔMICA FOI CRIADO. TEVE O APOIO DA INDÚSTRIA MUSICA, DAS RADIOS E MESMO DE DISTRIBUIDORES COMO A FNAC QUE TAMBÉM ATUA NO BRASL sUA CRIAÇÃO FOI INSPIRADA NO CENTRO NACIONAL DA CINEMATOGRAFIA. cONTA ATUALMENTE COM RECURSOS DE 95 MILHÕES DE EURO PROVENIENTES DE DOTAÇÃO ESTATA. vAI RECEBER OS RECURSOS DE UMA TAXA SOBRE ACESSO A INTERNET.

O NOVO CENTRO NACIONAL DA MÚSICA VAI APOOIAR A CRIAÇÃO, A EDIÇÃO E A DISTRIBUIÇÃO MUSICAL, ISTO É TODA A REDE DA MÚSICA.dEVE FAVORECER A CRIAÇÃO E A DIVERSIDADE MUSICAL, MELHORAR O ACESSO A TODAS AS OBRAS E IRRIGAR AS REGIÕES DE MÚSICA. FRÉDERIC MITTERRAND CONSIDEROU O ACORDO” HISTÓRICO. cONSIDERAVA URGENTE FRENTE A CRISE DA INDÚSTRIA MUSICAL A CRIAÇÃO DESTE NOVO DISPOSTIVO.

aQUI TAMBÉM A DISTRIBUIÇÃO MUSICAL ENTROU EM COLAPSO.  o QUE PENSA A RESPEITO O MUNDO MUSICAL BRASILEIRO. sEGURAMENTE HAVIA REPRESENTANTES DO BRASIL EM CANNES.

Desmoronamentos no Centro do Rio: 3 prédios próximo ao Teatro Municipal.Mais de 20 mortos.

Caiu como um corpo morto cai. Ontem a noite eu jantava em um self-service em Copacabana . A tv mostrava a novela Fina estampa e de repente enquanto eu conversava com um amigo a respeito do horário do jogo do Flamengo pela conquista da taça da Copa América, imagens escuras de uma rua do Rio apareceram. SDem voz estas imagens inesperadas impediam saber que horas eram. Algo inesperado acontecia, muito sério enquanto eu pensava em um fait divers sem importância.

Masis tarde soube deste triplo desabamento, que produziu uma imensa nuvem de fumaça. Tres prédios desabaram e não apenas um. Ao que parece resultado de uma obra que afetou as colunas do prédio

E impossível esquecer que o centro do rio concentra umzA parte da memória histórica do Brasil.É nesta região que um conjunto excepcional de obras arquitetônicas de vários períodos históricos se concentra. O Teatro Municipal , a Biblioteca Nacional e,não muito longe  a Confeitaria Colombo..E ainda  a Igreja de nossa senhora da lapa dos mercadores, a de santa Luzia, o prédio do ministério da Educação, pioneiro da arquitetura modernista no Brasil, obra de Le Corbnusier e Niemeyer. Foi bemi perto de todos estes prédios que três edificios ruíram em um tempo curtissimo ao lado do teatro municipal.

A lembrança das torres gêmeas foi evocada. Porém algumas outras tragédias cariocas  estão presentes: o acidente fatal com um bonde em Santa Tereza, as explosões dos bueros da Light e da Ceg, os choques das barcas,  Mesmo num registro diverso as inúmeras casas arrastadas pelas torrentes nas cidades da Serra ceifando mais dwe 100 vítimas.

A voz e a imagem da música brasileira no filme sobre Tom Jobim de Nelson Pereira dos Santos

È uma seleção e composição verbo-voco-visual de primeiro plano a que fez com a música de Tom Jobim o cineasta Nelson Pereira dos Santos.

Gal Costa, Dizie Gilespie, diana, Krall, Sara Vaugh,  Silvinha Telles, Nara Leão, Elizete Cardoso, Jean Sablon, Elza fFtzgerald e muitos outros elevam a música de Tom Jobim ao nível de uma sinfonia, harmônica, ou dissonante, de uma brasilidade e carioquice completas e ao mesmo tempo internacional, dialogando ou conversando com o jazz e com… Sinatra, Samy Davis Junior…

O Rio desfila ao sol com o som de garota de Ipanema que dá a volta ao mundo em muitissimos tons e sobretons.

Dança-se o carnaval e Vinicius desfia sua tristeza no carnaval. Que termina por homenagear em verde Rosa o maestro de todas as invenções.

Descobre-se a cidade desperta , vista do avião..

Sonhar o Brasil com Tom Jobim. Vivê-lo ao som desta música, viva, saltitante, fina, suave.

É um encanto sem fim quando se pensa no que impõe a tv.

Uma música única, original, viva, cheia de desejo e de vida. E que brinca com o significante, como as aguas de março que anunciam o verão.

Sem metro para Aeroporto Internacional e para a Rodoviária Fracassa o programa de transporte das olímpiadas e da copa:

Todas as grandes cidades do mundo tem transporte rápido ferroviário ou metrô em seus aeroportos. Paris tem linhas RER, Pekin tem trem rápido. São Paulo tem metro na rodoviária há décadas. No Rio que sediará uma Olímpiada nada.Outras obras não compensam esta falha monumental.

A cidade terá que esperar um tempo indefinido para estas obras.A heranças da Copa e Olímpiada, dois eventos próximos que poucas cidades conjugam em um tempo tão curto, será neste ponto um fraqcasso sem paralelo.

O exemplo do estado atualdas “inovações”  nos transportees foi a inauguração pelo secretário dos transportes de um trem recauchutado. O ar condiconado falhou  duas estações depois. E o comentário de uma passageira: Estamos acostumudos.

É um fracasso monumental do tamanho da Olímpiada. Mundial! E a cidade não terá alternativa. Terá com certeza que esperar o próximo século. 

A herança da política do Rio é o resultado de um sismo de proporções gigantes: a mundança da capital para Brasilia que deixou a cidade na época da ditadura em estado de desastre político. E depois veio a fusão.

O sistema de transporte está em colapso. Um pequeno incêndio para a cidade toda. Quando da Copa a cidade vai parar…. É fácil ver o que vem por aí..

E não há como maquiar. O rei está nu.