Arquivo para janeiro de 2010

Lançado o Ipad e não Islate. Parece que vai mudar mesmo o mundo digital

IMG_2484_610x406Steve Jobs apresentou o novo produto da Apple com o nome próximo ao Ipod que já vendue 250 milhões de unidades. Como o Iphone possui uma tela tátil que não permite no entato telefonar. O preço de 499 dólares para o produto mais barata é pelo menos a metade do que era esperado. Uma tela para internet e leitura de textos de 9,7 polegadas é um produto mais sofisticado do que um netbook.
Não tem câmera fotográfica o que me parece uma limitação pois uma das coisas mais interessantes do Iphone para mim é a câmera.

Resta ter o produto para ver concretamente. Mas a apresentação de Jobs e todas as imagens que acompanharam o lançamento, os comentários no Le monde, no Figaro, país onde o Iphone é o número um do uso, da própria apresentação de Jobs, o que se disse antes no Los Angeles Times e no próprio New York TImes já preveem uma recepção mais do que positiva.Mudou mesmo. Minha produçâo para o blog nâo tem igual, as condiçôes para à escrita sâo outras.Vi à Simone Bianchi usando o iPad para ver seus e-mails ni shopping da Gávea.Vi que Era uma situaçâo nova para o accesso ao mundo digital. Comprei logo um.

Amanhã: lançamento do ISlate por Steve Jobs : revolução no modo de leitura digital? nova circulação na internet?

Amanhã a conferência da Apple anunciará um novo produto que pode talvez introduzir elmentos novos no mercado de bens simbólicos, ou uma pequena mutação tecnológica no modo de ler, de ter acesso a filmes ou a navegação na internet.

iphone-steve-jobsEspera-se que de São francisco um novo gadjet ou mais do que isto um destes objetos fabricados pelo discurso da ciência venha introduzir uma nova relação com o simbólico, como fizeram os micro-computadores?

Há o temor da indústria do livro com o que aconteceu com o Ipod para a música.

Uma interrogação no ar que só amanhã será possível decifrar, conhecer…

De São Francisco um comentador insiste  no Los Angeles Times no leitor digital mais do que no uso das imagens.

Jobs teria dito que ninguém mais lê: mas não é verdade.

Finalmente será algo tão subversivo quanto o ipod ou mesmo o iphone?

O segredo em torno deste produto não deixou circular muita coisa. Mas há jornais que teriam o conteúdo pronto para circular neste novo misterioso objeto por enquanto.

De Gutteberg ao cinema, passando pela internet, o que significa esta lousa, se seu nome é mesmo este. è uma figuração do Outro onde a escrita se inscreve. O lugar da representação. A tela vazia que não se vê no quadro de velasquez ou as sombras da caverna de Platão, agora imagens virtuais que vem concorrer com o sol, mas que escrevem novas linhas, uma nova escrita, um novo jogo de fórmulas, um novo matema.

Globo de Ouro para Avatar e ator de Shelock Holmes-

IMG_0224 (2)O filme de James Cameron recebeu o Globo de Ouro e inicia provavelmente uma série de prêmios que vão dar a ele neste ano um lugar excepcional nas produções do cinema americano e mundial. Pode-se dizer que as mudanças tecnológicas é que estão no primeiro plano. A história de Avatar é uma condenação da guerra e também uma defesa da ecologia. Seu clima é adolescente, romântico, idealista. Mas no caso o que conta é a pontência das imagens, a presença da 3D que parece veio para ficar.

Catástrofe humanitária no Haiti: urgência de uma resposta mundial

A dimensão atingida pelo terremeto no Haiti em um pais que é o mais pobre das Américas exige uma resposta nova da comunidade internacional e principalmente das Américas.

O Brasil que lá  perdeu Zilda Arns deve manifestar de forma forte sua presença.

O risco de epidemias, a insegurança, mais de 200 mil mortos, dão uma dimensão da tragédia que se abateu sobre o povo haitiano.

As Nações Unidas deveriam inaugurar um novo estilo de presença quando se pode dizer que o Estado haitiano praticamente se evaporou.

Avatar a terceira dimensão- 3D- veio para ficar no cinema?

O filme de James Cameron que experimenta um extraordinário sucesso a nível mundial reintroduz em grande estilo a terceira dimensão nas salas de cinema. Empresas da área eletrônica pretendem integrá-la também a televisão.

Cameron que já marcara o retorno do publico as salas de cinema com Titanic agora recorre a imagens especialmente capitdas para fazer seus navis próximos da ” realidade”. Em fim o virtual se desdobra em novas potencialidades…

Ele recorre evidentemente a Magritte com seus céus com gigantescas pedras voadoras e também a autores de histórias em quadrinho…

China torna-se primeiro exportador mundial

Em Dezembro a China ultrapssou a Alemanha como primeiro exportador mundial.

As pressões externas para desvalorizar sua moeda não tem tido muito efeito junto ao Estado chinês.

The Democracy ” deficit” in the global economy: Joseph Nye

O report para a comuisssão trilateral editado em 2003 era uma elaboração do que se debatera em várias sessões do encontro anual da comissão trilateral que giraram, em 2001 em torno de Globalização e governabilidade.

Interpretation de la politique etrangère de Hitler- René Schwok

René Schwok pesquisa no Instituto universitário de Altos Estudos Internacionais de Genebra. Ele fez sua pesquisa sobre o debate historiog´rafico sobre a política do Terceiro Reich na Alemanha no Institut fur Europaische  Geschhichte de Mayence.

Ele estuda o debate sobre o desencadeamento da Segunda Guerra Mundial.

Schwok apresenta de forma sintética  os argumentos e controvérsias em torno da política externa do III Reich e particularmente do papel de Hitler na política externa nacional-socialista.

American Diplomacy in the twentieth century

Robert Schulzinger, professor de História na Universidade do Colorado publicou em 1990 a segunda edição de seu livro. è verdade que alguns dos acontecimentos cruciais do século estavam ocorrendo naquele instante, a queda do Muro, a desintegração da esfera de influência da União Soviética no leste europeu e mesmo o fim da União Soviética e seu império.

A propos du Chateau Gabriel